domingo, 3 de maio de 2009

Palavras

São a unidade básica da comunicação.
Empregadas com sabedoria, são um excelente remédio.
Elguns casos, são a principal causa da doença.

Se usadas para o bem, as palavras podem compor
excelentes discursos.
No aniversário do melhor amigo,
no dia das mães.
Podem trazer lágrimas nos aos olhos
dos colegas de formatura.
Podem fazer sorrir um doente internado.
Podem fazer feliz aquele depressivo à beira do suicídio.

Se usadas para o mal, as mesmas palavras
podem fazer grandes estragos.
Palavras que são ditas para ofender.
Palavras gravadas em escutas telefônicas.
Palavras em um plano de invasão militar.

A dualidade acontece mesmo quando não há palavras.
Seja no silêncio que conforta na dor,
ou na omissão que pode até matar.

Palavras mudam.
Palavras podem causar mudanças.
Palavras podem ser modificadas.
Palavras podem até deixar de ser palavras,
para ser sonho, gesto ou ação.

Palavras podem ser pequenas,
simples como um "oi".
Podem abrigar complexidade como
uma "cadeia polipeptídica".
Podem ser tristes e alegres.

Palavras podem ser apenas ... palavras.